(Foto: Romero Cruz)

Restaurantes > Cozinha contemporânea

Amado

Endereço: Avenida Lafayete Coutinho, 660 - Comércio - Salvador

Telefone: (71)3322-3520

  • Funcionamento

    12h/0h
  • Preço

    acima de R$ 100,00
  • Pagamento

    • Cartões de crédito (American Express, Dinners, Mastercard, Visa)
    • Cartões de débito (Maestro, Rede Shop, Visa Electron)
  • Serviços

    • Acesso para deficientes
    • Acesso wireless
    • Ar condicionado
    • Estacionamento
    • Levar vinhos (permite)
    • Lugares/Capacidade
      (total 110)
    • Valet/Manobrista
    • Vinho em taça
  • SITE OFICIAL

Resenha

Os bons ventos continuam a soprar para o Amado, endereço sempre presente entre os campeões de VEJA COMER & BEBER. Em janeiro de 2015, o chef Fabrício Lemos, ex-Al Mare, assumiu as panelas e passou a contribuir na elaboração de novos pratos. A boa notícia somou-se a outros conhecidos trunfos da casa: o imponente salão diante da Baia de Todos-os-Santos e, principalmente, o chef Edinho Engel, que segue na atenta supervisão da cozinha. A dupla de mestres-cucas vem pesquisando a fundo ingredientes tradicionais da culinária baiana, tanto a litorânea como a sertaneja, e o resultado aparece em novas receitas do cardápio, caso do carré de bode selado. A carne recebe a companhia de rosti de aipim e queijo de coalho, além de um ragu elaborado com a paleta do animal (R$ 75,00). A familiaridade de Lemos com os frutos do mar é bem representada por criações como o polvo grelhado, servido sobre chips de mandioquinha e coroado por espuma de açafrão-da-terra (R$ 24,00), e o badejo grelhado, guarnecido de arroz negro com lula, polvo e camarão mais um colorido coulis feito com os crustáceos, tomate e cebola (R$ 85,00). O menu reserva espaço ainda a pratos que se tornaram clássicos do lugar, a exemplo da porção de camarão empanado em tapioca, levada à mesa com molho vinagrete e aioli de limão-siciliano (R$ 65,00). Da adega abastecida com mais de 200 rótulos, são boas sugestões o branco William Cole Columbine Special Reserve Chardonnay 2013 (R$ 108,00) e o tinto Errazuriz Estate Reserva Carmenère 2012 (R$ 115,00), ambos chilenos. No arremate, o bolo úmido de aipim é ladeado de banana brûlée, coulis da mesma fruta e sorvete de tapioca (R$ 18,00).

Os preços e demais informações foram apurados entre os meses de abril e julho de 2015.

Comer & Beber

Vencedor Categoria(s): COZINHA CONTEMPORÂNEA