Carnaval 2015

Um guia para curtir a folia na capital baiana

Os principais circuitos, os blocos mais aguardados e dicas para comprar abadás e camarotes de última hora. Mais: o que há de melhor para comer e beber na cidade

Do Farol da Barra até Ondina, a festa no Circuito Dodô, em 2014: um dos principais percursos do Carnaval da capital baiana / Foto: Bahiatursa-Divulgação

Do Farol da Barra até Ondina, a festa no Circuito Dodô, em 2014: um dos principais percursos do Carnaval da capital baiana / Foto: Bahiatursa-Divulgação

03.fev.2015 12:29:19 | por Marcela Besson, com reportagem de Beatriz Malheiros, Fábio Galib e Jennifer Detlinger
Faz muito calor, a muvuca é inevitável e o barulho nas ruas, ensurdecedor. Esse aparente cenário de caos descreve, na verdade, o verdadeiro paraíso para quem vai curtir o Carnaval em Salvador. Em 2014, a capital baiana recebeu cerca de meio milhão de turistas, dispostos a percorrer ruas e avenidas ao som de cerca de 300 blocos e trios elétricos. Este ano, três bairros da cidade continuam funcionando como pontos nevrálgicos do fuzuê: o famoso Pelourinho, com sua festa animada por fanfarras e marchinhas; o Campo Grande, onde fica o circuito Osmar; e o trecho entre as regiões da Barra e Ondina, no percurso chamado de Dodô. Nesses dois últimos, o ritmo que dita a festa é o axé, estilo musical que completa 30 anos em 2015. 
 
Independente da escolha, o folião que está de mala pronta confere a seguir um guia completo: há dicas para comprar abadás e camarotes de última hora, uma lista com as atrações mais esperadas em cada circuito e os blocos históricos que fazem o Carnaval ficar ainda mais bonito, além de uma porção de bares, restaurantes e endereços de comidinhas típicas baianas para se deleitar antes, durante ou depois da folia. Vamos lá, tire o pé do chão!

A seguir, dicas essenciais para curtir o Carnaval em Salvador
 

De carro: a prefeitura criou o sistema de estacionamento remoto, com traslado dos passageiros (ida e volta) às proximidades dos circuitos Osmar, Dodô e Ondina – esse mesmo esquema foi usado durante a Copa do Mundo de 2014. Funciona assim: os foliões podem estacionar o carro na Arena Fonte Nova, no Salvador Shopping ou no Salvador Norte Shopping – num total de 1 700 vagas. Os três vão funcionar 24 horas, mas o traslado ocorre entre 13h e 5h. Na Fonte Nova, o estacionamento vai custar R$ 30,00, mais R$ 10,00 por passageiro pelo ônibus, que terá saída a cada 20 minutos. Nos dois shoppings, o estacionamento é grátis, mas cada passageiro paga R$ 25,00 pelo ônibus, que também sai a cada 20 minutos. Outra opção é o sistema de Zona Azul, que disponibilizará 1 892 vagas. Pagam-se R$ 20,00 pelo período de doze horas em uma das vinte ruas e avenidas demarcadas (confira aqui a lista completa).

 

De táxi: a prefeitura criou quinze pontos extras de táxi próximos aos circuitos de Carnaval. Os preços, tabelados, podem ser conferidos no site da Transalvador

 

De bike: um estacionamento grátis para bicicletas será montado na Avenida Centenário, em frente ao Shopping Barra. Com capacidade para 200 bikes, o espaço vai funcionar 24 horas, durante todos os dias de Carnaval.

 

De ônibus: linhas especiais circulam nas imediações dos circuitos. Os trajetos estão disponíveis no site da Transalvador.