BARES

Cabana da Cely

Endereço

visualizar mais endereços
  • Rua Território do Guaporé, 145
  • Bairro: Pituba
  • Telefone: 3347-7051
  • Horário: 11h/0h (dom. e feriados até 17h; fecha seg. e ter.)
  • C. Crédito:
  • C. Débito:
  • Serviços:
  • Rua Almirante Marques de Leão, 183
  • Bairro: Barra
  • Telefone: 3264-0250
  • Horário: 11h/0h (dom. e feriados até 18h; fecha seg. e ter.)
  • C. Crédito:
  • C. Débito:
  • Serviços:
  • Rua Marquês de Queluz, 48
  • Bairro: Pituaçu
  • CEP: 41740170
  • Telefone: 3232-6444
  • Horário: 11h/0h (dom. e feriados até 17h; fecha seg. e ter.)
  • C. Crédito:
  • C. Débito:
  • Serviços:
* Os preços e as demais informações foram apurados entre os meses de fevereiro e maio de 2013
Às quintas, há promoção nas quatro unidades: dois caranguejos saem pelo preço de um (R$ 5,80). Cozida no vapor, a lambreta (R$ 17,20 a dúzia) também é servida em dobro às quartas. Para acompanhar, cervejas Bohemia e Original. Durante o almoço, o mistão de camarão reúne o crustáceo preparado de quatro maneiras (frito, flambado no azeite, à milanesa e em moqueca), guarnecido de dois tipos de pirão, farofa de dendê e feijão-fradinho. Custa R$ 99,90, para quatro pessoas.

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Ofensas, spam, publicidade, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA. Para comentar você precisa estar logado.

Comentários

Para comentar faça seu login abaixo ou cadastre-se.
  • Login:
  • Senha:

VEJA paga todas as suas despesas na produção das revistas e na avaliação dos estabelecimentos, não aceitando qualquer tipo de cortesia. Nenhuma taxa é cobrada dos endereços indicados na edição impressa, no site ou nos aplicativos — apenas critérios editoriais são aplicados na escolha e avaliação dos lugares. Pessoas ou empresas que comercializam placas ou qualquer outro tipo de prêmio usando o nome VEJA Comer & Beber podem ser denunciadas pelo e-mail vejabrasil@abril.com.br para que sejam tomadas medidas legais contra elas.