BARES

Guaiamum Gigante

  • Categoria: GUAIAMUM

Endereço

visualizar mais endereços
  • Rua Doutor José de Góes, 299
  • Bairro: Parnamirim
  • CEP: 52060380
  • Telefone: 3441-1509
  • Horário: 18h/0h (sex. e sáb. 12h/1h; dom. 12h /18h)
  • C. Crédito:
  • C. Débito:
  • Serviços:
  • Rua Artur Muniz, 82 - térreo do Edifício Califórnia
  • Bairro: Boa Viagem
  • Telefone: 3327-1413
  • Horário: 12h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. até 18h)
  • C. Crédito:
  • C. Débito:
  • Serviços:
* Os preços e as demais informações foram apurados entre os meses de fevereiro e maio de 2013

Há vinte anos, o casal Cristiano e Soraya Falcão abriu o seu despretensioso barzinho, no início batizado Furtos do Mar. Ele logo se tornaria uma referência na cidade. Na ocasião, os dois despertaram a atenção do público ao servir o guaiamum, um crustáceo ainda pouco difundido no Recife. Impressionada com o tamanho da espécie, cujo casco mede de 7 a 15 centímetros, a clientela logo passou a chamar o lugar de Guaiamum Gigante, apelido que, mais tarde, virou o nome oficial da rede. Hoje, nos quatro endereços da capital pernambucana - há outros dois na Paraíba, em Campina Grande e João Pessoa -, são consumidas semanalmente cerca de 5 500 unidades, trazidas da Bahia, do Rio de Janeiro e de Sergipe. Assim que chegam à central, no bairro de Parnamirim, os bichos (sempre machos) passam por um regime de engorda de dois ou três dias, quando são alimentados com fubá e azeite de dendêe mantidos em água corrente para queo sabor da carne se suavize. Na panela, podem ser cozidos em leite de coco ou em água com sal e coentro. Os preços variam conforme o tamanho do crustáceo: pequeno (R$ 7,00), médio (R$ 9,00), grande (R$ 11,00), gigante (R$ 14,00), aquário (R$ 17,00) e monstro (R$ 26,00).A cozinha prepara outras sugestões de prato, como o vermelho assado inteiro, recheado de farofa de camarão e guarnecido de arroz mais pirão (R$ 98,00, para quatro pessoas). Para bebericar, há chope Devassa (R$ 7,60; 300 mililitros) e caipirosca de morango, mirtilo e amora incrementada por picolé de limão (R$ 14,90).

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Ofensas, spam, publicidade, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA. Para comentar você precisa estar logado.

Comentários

Para comentar faça seu login abaixo ou cadastre-se.
  • Login:
  • Senha:

VEJA paga todas as suas despesas na produção das revistas e na avaliação dos estabelecimentos, não aceitando qualquer tipo de cortesia. Nenhuma taxa é cobrada dos endereços indicados na edição impressa, no site ou nos aplicativos — apenas critérios editoriais são aplicados na escolha e avaliação dos lugares. Pessoas ou empresas que comercializam placas ou qualquer outro tipo de prêmio usando o nome VEJA Comer & Beber podem ser denunciadas pelo e-mail vejabrasil@abril.com.br para que sejam tomadas medidas legais contra elas.