(Foto: Tricia Vieira)

Restaurantes > Peixes e frutos do mar

Wanchako

Endereço: Rua São Francisco de Assis, 93 - Jatiúca - Maceió

Telefone: (82)3377-6024

  • Funcionamento

    12h/15h e 19h/23h30 (sex. e sáb. até 0h; fecha dom.)
  • Preço

    acima de R$ 100,00
  • Pagamento

    • Cartões de crédito (American Express, Dinners, Mastercard, Visa)
    • Cartões de débito (Maestro, Rede Shop, Visa Electron)
  • Serviços

    • Ar condicionado
    • Área para fumantes
    • Lugares/Capacidade
      (total 120)
    • Valet/Manobrista
    • Vinho em taça
  • SITE OFICIAL

Resenha

Referência nacional em cozinha peruana, este consagrado restaurante despontou em 1996, numa época em que a palavra ceviche ainda causava muito estranhamento por aqui. Hoje, seus salões, decorados com cores quentes e objetos andinos, vivem lotados de jovens casais, famílias e engravatados. Enquanto o peruano José Bert administra o estabelecimento, sua mulher, a espevitada Simone, lida com as panelas, das quais saem receitas aprendidas com a sogra, Carlota, e criações próprias. A mestre-cuca maceioense, uma filha de pescadores que já vestiu quatro vezes a faixa de chef do ano entregue por VEJA MACEIÓ "Comer & Beber", dedica atenção especial à matéria-prima. Neste ano, seu cuidado na compra dos camarões e sua criatividade ao prepará-los resultaram em mais um reconhecimento do júri, na estreia da categoria voltada aos pratos feitos com os crustáceos. Capturados em seu habitat, eles chegam semanalmente da Praia do Peba, em Penedo. Milho e batata-doce ladeiam o ceviche que combina o ingrediente a polvo e robalo marinados com cebola-roxa e coentro (R$ 54,00). Suficiente para duas pessoas, a sugestão costuma cumprir o papel de entrada e faz boa companhia ao típico drinque pisco sour (R$ 15,00). Na etapa principal, o camarão grelhado estrela o cocha mama, que chega acompanhado de robalo ou arabaiana ao forno disposto sobre um bolinho de berinjela. Um caldo do crustáceo mais ají amarillo (tipo de pimenta peruana) finaliza a criação (R$ 64,00). No pecado capital, o camarão ao creme de ají recebe a escolta de tortinha de abóbora, banana-verde frita e arroz de espinafre (R$ 70,00).

Comer & Beber

Vencedor Categoria(s): PEIXES E FRUTOS DO MAR e CAMARÃO