COMIDINHAS

Sucolândia

  • Categoria: SUCOS

Endereço

visualizar mais endereços
  • Avenida Júlio Marques Luz, 1310
  • Bairro: Jatiúca
  • CEP: 57035700
  • Telefone: 3327-2914
  • Horário: 8h/18h30 (sáb. até 13h30; fecha dom.)
  • Serviços:
  • Avenida Mendonça Júnior, 82, loja 2
  • Bairro: Gruta de Lourdes
  • Telefone: 3313-6453
  • Horário: 8h/18h30 (sáb. até 13h; fecha dom.)
  • Serviços:
  • Rua Comendador Palmeira, 582
  • Bairro: Farol
  • CEP: 57051150
  • Telefone: 3336-9506
  • Horário: 8h/18h (sáb. até 13h; fecha dom.)
  • Serviços:
* Os preços e as demais informações foram apurados entre os meses de julho e setembro de 2013
As polpas, processadas na própria loja, dão origem a mais de vinte variedades de bebida. São exemplos os sucos de acerola ou manga (R$ 1,80 cada copo de 300 mililitros) e de os de ameixa, maracujá ou açaí (R$ 2,30 a unidade). Banana, laranja, limão e tangerina são extraídos diretamente das frutas e servidos em volume um pouco maior (500 mililitros), a R$ 3,00 cada um. A vitamina de Neston com aveia, gérmen de trigo, guaraná e banana, em 300 mililitros, custa R$ 3,90. Folhado de mussarela e croissant de queijo e presunto podem reforçar o lanche (R$ 3,30 cada um).

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Ofensas, spam, publicidade, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA. Para comentar você precisa estar logado.

Comentários

Para comentar faça seu login abaixo ou cadastre-se.
  • Login:
  • Senha:

VEJA paga todas as suas despesas na produção das revistas e na avaliação dos estabelecimentos, não aceitando qualquer tipo de cortesia. Nenhuma taxa é cobrada dos endereços indicados na edição impressa, no site ou nos aplicativos — apenas critérios editoriais são aplicados na escolha e avaliação dos lugares. Pessoas ou empresas que comercializam placas ou qualquer outro tipo de prêmio usando o nome VEJA Comer & Beber podem ser denunciadas pelo e-mail vejabrasil@abril.com.br para que sejam tomadas medidas legais contra elas.