Bares

Os bares vencedores

Graças às receitas exóticas e aos espetos caprichados, o Buteko do João repete a façanha e sagra-se, pela segunda vez, o dono da melhor cozinha de bar da cidade. Aberto no início do ano, o Saccaria já marca presença entre os eleitos e prova ser um novo e fervilhante point de paquera. Já o prêmio de melhor boteco vai para a Cervejaria Mangueira, tetracampeã da categoria. Da happy hour à saideira, eis 96 sugestões para brindar e petiscar


 

Combinação de sucesso: cerveja gelada e ambiente despojadoCombinação de sucesso: cerveja gelada e ambiente despojado

O melhor boteco

Cervejaria Mangueira

Pelo quarto ano consecutivo, o botecão que funciona em um movimentado salão avarandado conquista o título da categoria. Acomodados em simplórias mesas e cadeiras de plástico, os clientes distraem-se com as partidas de futebol que quatro telões e cinco TVs exibem simultaneamente. Quando não há jogo, entra em cena o acervo de 3 000 clipes musicais e esquetes cômicos. Do cardápio, o item mais pedido é a cerveja (Skol, Brahma e Antarctica, R$ 3,80 cada uma; Bohemia, R$ 4,30; Original, R$ 5,20). Espetinhos de carneiro desossado e de cafta recheada com mussarela (R$ 5,90 cada um) chegam à mesa ao lado de feijão-tropeiro e mandioca. A porção de fígado acebolado (R$ 13,90) e a de língua de boi ao molho madeira (R$ 16,90) fazem sucesso, assim como o filé de frango aperitivo com recheio de presunto, mussarela e catupiry (R$ 19,90).

Rua R-11, 895, esquina com a Rua 20, Setor Oeste, telefone 3252-1305 e 3095-5691. 16h/3h (sáb. a partir das 15h; fecha dom.). Cc: D, M e V. Cd: M, R e V. Cr: V. taça rolha (valor variável) acesso à deficiente físico internet

O melhor chope

Líquido campeão: claro ou escuro, R$ 4,90Líquido campeão: claro ou escuro, R$ 4,90

Gloria

Piso quadriculado e paredes de azulejo decoradas com fotos de jogadores e clubes de futebol marcam a decoração do bar, que se inspira nos antigos botequins cariocas. O nome também remete a um famoso bairro do Rio de Janeiro. A programação musical inclui roda de samba aos sábados, das 2 às 6 da tarde, e gafieira nas noites de domingo. Nesse clima boêmio, a clientela se refresca com um chopinho gelado (R$ 4,90, da marca Brahma), eleito pelo sexto ano consecutivo o melhor da categoria. O tratamento especial dedicado à bebida começa no desembarque dos barris, que descansam por 48 horas em uma câmara fria. Já conectado à chopeira, o líquido passa por um conjunto de serpentinas resfriadas e só então chega às caldeiretas, com três dedos de colarinho e à temperatura de 1 grau. Entre um gole e outro, vale pedir a porção de pastel de calabresa (R$ 17,00, com doze unidades) ou o galeto na brasa com polenta frita (R$ 25,50). Vendidos por unidade, os bolinhos de arroz, de mandioca com carne-seca (R$ 3,50 cada um) e de bacalhau (R$ 4,50) circulam pelo salão sobre as bandejas carregadas pelos garçons.

Rua 101, 435, Setor Sul, telefone 3224-9033. 17h30/último cliente (sáb. e dom. a partir das 11h30). Cc: D, M e V. Cd: M, R e V. Cr: S, T e V. Couvert art.: R$ 9,00 (sáb. e dom.). taça rolha (valor variável). acesso à deficiente físico internet www.bargloria.com.br.

Tartaruga ao molho de leite de coco com batata: R$ 31,00Tartaruga ao molho de leite de coco com batata: R$ 31,00

A melhor cozinha

Buteko do João

Proprietário do bar bicampeão da especialidade, João Rodrigues de Oliveira adquiriu a expertise no preparo de carnes durante os dois anos em que exerceu a função de churrasqueiro em outro estabelecimento. Em seu boteco, que costuma lotar logo às 7 da noite, ele recebe um público que chega em busca do famoso carneiro assado na brasa. Com ou sem osso, o corte vai à mesa ao lado de vinagrete e mandioca cozida. O cliente pode pedir porções de no mínimo 350 gramas, mas a maioria prefere partilhar o espeto abastecido de 1 quilo de carne (R$ 66,80, para quatro pessoas). Também feito na churrasqueira, o javali com ervas finas pode ganhar o tempero de geleia de hortelã (R$ 77,50 o quilo). A tartaruga com farofa ou ao molho de leite de coco com batata custa R$ 31,00, para duas pessoas. Da geladeira saem garrafas de Skol, Brahma e Antarctica (R$ 3,90 cada uma). Apreciadores de cachaça encontram doses de Seleta e Lua Nova (R$ 2,80 cada uma), entre outras marcas mineiras.

Avenida C-2, 275, quadra 20, lote 16, Jardim América, telefone 3251-3614. 17h/0h (sáb., dom. e feriados a partir das 11h; dom. até 16h). Cc: D e M. Cd: M e R. taça rolha (valor variável). acesso à deficiente físico internet

O melhor fim de noite

Na madrugada: 22 sabores nos caldeirõesNa madrugada: 22 sabores nos caldeirões

Caldos 24 Horas

Esta é a quarta vez que o bar alcança o título de melhor fim de noite da cidade. Como o nome já diz, fica aberto 24 horas, mas o movimento no amplo galpão começa a esquentar mesmo após as 22h30, quando um público jovem toma conta das mesinhas de plástico. Em um telão são exibidos videoclipes de pop rock nacional e internacional enquanto a moçada sorve, aos litros, a especialidade do bar: o caldo. No bufê ficam dispostos 22 caldeirões, com diferentes sabores (R$ 8,90 a porção de 330 mililitros). O de frango com milho e catupiry está entre os preferidos da clientela, assim como o de feijão. Há receitas menos triviais, preparadas com codorna e arraia. Torradinha, cheiro-verde e queijo ralado podem incrementar as cumbucas. De sobremesa, as versões doces são servidas quentes ou frias. Uma das que têm mais saída é a de chocolate com Nutella. Para beber, chope Brahma (R$ 3,80) e caipirinha (R$ 7,20).

Avenida T-63, 2940, Jardim América, telefone 3259-8118. 24h. Cc: D, M e V. Cd: M, R e V. Cr: V. Couvert art.: R$ 1,50. estacionamento taça acesso à deficiente físico internet www.caldos24h.com.br.

A melhor happy hour

De segunda a segunda: casa cheia nos fins de tardeDe segunda a segunda: casa cheia nos fins de tarde

Celsin & Cia.

De tanto os fregueses se referirem à casa como “Bar do Celsin”, o proprietário, Celson Batista e Silva, cedeu e trocou o nome do lugar. Ao longo do sábado, o dia mais movimentado, 1 000 pessoas circulam pelo salão envidraçado e na área ao ar livre e chegam a consumir igual número de garrafas de cerveja (Brahma, Skol e Antarctica, R$ 3,95 cada uma). Para acompanhar o beberico, uma imensa mesa com cerca de 100 sugestões reúne frios, queijos, camarão, ceviche, sushi, sashimi e outros itens (R$ 58,90 o quilo). Do cardápio, destacam-se porções como a isca de salmão com molho tártaro (R$ 29,90) e a linguiça atropelada (R$ 30,90), servida em pedaços com couve, pequi, milho, tomate-cereja e pimentão. De guarnição, feijão-tropeiro e vinagrete. A tartaruga ao molho (R$ 49,90, para duas pessoas) e o espetão de javali com mandioca, vinagrete e farofa (R$ 7,50 cada 100 gramas) figuram entre as receitas menos comuns. Preparada com cachaça, a caipirinha sai por R$ 5,90.

Rua 22, 475, Setor Oeste, telefone 3215-3043/2240. 16h/2h (sáb. e dom. a partir das 11h; dom. até 18h). Cc: D, M e V. Cd: M, R e V. Cr: S, SP, T e V. taça acesso à deficiente físico internet www.celsonecia.com.br.

A melhor música ao vivo

Banda Quatro Estações: cover de Legião UrbanaBanda Quatro Estações: cover de Legião Urbana

Bolshoi Pub

Fotos de bandas, pôsteres autografados e bandeiras de vários países compõem a decoração do espaço, um clássico que chega ao quarto título seguido na categoria. Em dois ambientes, antigas poltronas de ônibus cumprem a função de cadeiras. Na pista, o estiloso palco vintage com cortinas vermelhas recebe bandas de blues, jazz, pop e rock sempre às quintas e sábados. Já passaram por ele artistas como os guitarristas americanos Stanley Jordan e Johnny Winter. Às sextas, a trilha sonora fica por conta do DJ Lincoln Turini, que seleciona flashbacks dos anos 60 aos 90. Uma quarta-feira por mês, na noite dos solteiros, o correio elegante esquenta a paquera. Da cozinha saem porções como a de taco de carne ou frango (R$ 25,00, com quatro unidades) e a picanha grelhada com arroz biro-biro e batata frita (R$ 40,00, para duas pessoas). Para beber, há 28 rótulos de cerveja, 22 deles importados. A Guinness, da Irlanda, sai por R$ 18,00 (copo de 568 mililitros) e a long neck da pilsen holandesa Amstel, por R$ 8,00.

Rua T-53, 1140, quadra 90, lote 8, Setor Bueno, telefone 3285-6185. 21h/último cliente (fecha seg. e ter.). Cc: D, M e V. Cd: M, R e V. Entrada: a partir de R$ 20,00. estacionamento Ar. rolha (valor variável) acesso à deficiente físico www.bolshoipub.com.br.

Bangalôs no jardim: os mais procurados pelos casaisBangalôs no jardim: os mais procurados pelos casais

O melhor para ir a dois

Zen Adega Bar e Restaurante

Um pequeno lago com cascata é o que primeiro chama atenção dos casais na entrada do discreto bar, escondido em uma área residencial. Velas sobre as mesas de madeira rústica, iluminação indireta e dois bangalôs no jardim completam o clima romântico. Às sextas e sábados, artistas locais cantam e tocam ao violão MPB e pop rock. O cardápio lista pratos à la carte a ser divididos por duas pessoas. Envolvido na folha de bananeira, o filé de arraia vem escoltado por farofa de banana, castanha-de-caju e arroz (R$ 58,00). Outra dica, o filé-mignon com molho gorgonzola e batata ao alho-poró sai a R$ 65,00. No capítulo dos petiscos, faz sucesso a incomum porção de rabo de jacaré à milanesa. Custa R$ 30,00 e recebe molho tártaro como guarnição. De terça a quinta, a casa prepara rodízio de fondue de queijo e chocolate (R$ 70,00 por casal). Para beber, o drinque violeta de outono leva suco de uva, limão, soda e vodca (R$ 12,90). O espumante espanhol Codorníu custa R$ 75,00.

Rua J-72, quadra 124, lotes 12 e 13, Setor Jaó, telefone 3204-2440. 18h/2h (fecha dom. e seg.). Cc: D, M e V. Cd: M, R e V. Couvert art.: R$ 6,00 (sex. e sáb.). taça rolha (valor variável) acesso à deficiente físico internet www.zenadegabar.com.

O melhor para paquerar

A disputada varanda: para quem quer ver e ser vistoA disputada varanda: para quem quer ver e ser visto

Saccaria

Aberto em janeiro de 2010, o bar se tornou um dos pontos de encontro mais concorridos de Goiânia. Com três ambientes, dispõe de um mezanino e um salão térreo decorado com objetos antigos, como lamparinas, sacos de juta e uma balança. Mas é na área externa que os clientes se concentram para ver e ser vistos. Dali, eles observam o movimento da Rua 139 enquanto bebericam um chope Brahma gelado (R$ 3,90 a caldeireta e R$ 2,90 o garotinho). Às segundas e terças-feiras, das 6 da tarde às 8 da noite, quem pede um copo ganha outro. Da carta de drinques, a batida de frutas vermelhas com vodca importada custa R$ 15,90. Entre as porções, há escondidinho de carne-seca (R$ 10,00) e miniparmigiana aperitivo (R$ 29,00, com oito unidades). O combo saccaria, servido na chapa, apresenta cortes de picanha, linguiça caseira e frango (R$ 52,00, para quatro pessoas). De guarnição, palmito e vegetais grelhados.

Rua 139, 194, Setor Marista, telefone 3945-4505. 17h/último cliente (sáb., dom. e feriados a partir das 11h30). Cc: D, M e V. Cd: M, R e V. estacionamento acesso à deficiente físico internet

Fotos Lígia Skowronski

VEJA paga todas as suas despesas na produção das revistas e na avaliação dos estabelecimentos, não aceitando qualquer tipo de cortesia. Nenhuma taxa é cobrada dos endereços indicados na edição impressa, no site ou nos aplicativos — apenas critérios editoriais são aplicados na escolha e avaliação dos lugares. Pessoas ou empresas que comercializam placas ou qualquer outro tipo de prêmio usando o nome VEJA Comer & Beber podem ser denunciadas pelo e-mail vejabrasil@abril.com.br para que sejam tomadas medidas legais contra elas.