BARES

Belgian Dash

Pequena amostra do cardápio: opções oriundas de dezesseis países

Endereço

  • Rua 91, 184
  • Bairro: Setor Sul
  • CEP: 74083150
  • Telefone: 3218-6792
  • Horário: 15h/0h (sex. até 1h30; sáb. 11h/1h30; dom. 17h/23h)
  • C. Crédito:
  • C. Débito:
  • Serviços:
* Os preços e as demais informações foram apurados entre os meses de setembro e outubro de 2013
Foi durante uma visita ao bar paulistano Frangó, célebre por sua extensa oferta de cervejas, que Paulo Zorzetti se tornou um grande fã da bebida. Entusiasmado com o assunto, saiu de lá empenhado em abrir um estabelecimento dedicado ao universo das loiras, morenas e ruivas. O plano deu certo. Em 2006, um ano depois da viagem a São Paulo, ele inaugurou o Belgian Dash, premiado pela segunda vez na categoria. No início, o endereço funcionava apenas como uma loja com espaço para degustações, com sessenta rótulos disponíveis. Hoje, ampliado, o templo cervejeiro assumiu a vocação de bar e exibe uma carta com 170 etiquetas, oriundas de dezesseis países. Na seleção montada por Zorzetti, que recentemente se formou sommelier de cervejas pela Associação Brasileira de Sommeliers em São Paulo (ABS-SP), sobressaem a alemã Paulaner Weiss (R$ 20,90, 500 mililitros) e a brasileira Bierland Bruxa Golden Ale (R$ 16,00, 600 mililitros). Da Bélgica chegam a Duchesse de Bourgogne (R$ 31,90, 330 mililitros), a Delirium Tremens (R$ 24,90, 330 mililitros) e a Liefmans Fruitesse, com adição de frutas vermelhas à fórmula (R$ 34,90, 375 mililitros). A casa ainda mantém uma chopeira no balcão, da qual saem quatro chopes diferentes por mês. É possível encontrar, por exemplo, os nacionais Colorado Vixnu (R$ 13,50, 250 mililitros) e Falke India Pale Ale (R$ 18,50, 250 mililitros). Acomodada no salão de iluminação baixa ou no deque re­cém-reformado, a clientela costuma pedir porções como a de mix de salsichas ou a de linguiça recheada com queijo provolone (R$ 25,90 cada uma). Ambas as sugestões deixam a cozinha escoltadas por mostardas clara e escura.

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Ofensas, spam, publicidade, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA. Para comentar você precisa estar logado.

Comentários

Para comentar faça seu login abaixo ou cadastre-se.
  • Login:
  • Senha:

VEJA paga todas as suas despesas na produção das revistas e na avaliação dos estabelecimentos, não aceitando qualquer tipo de cortesia. Nenhuma taxa é cobrada dos endereços indicados na edição impressa, no site ou nos aplicativos — apenas critérios editoriais são aplicados na escolha e avaliação dos lugares. Pessoas ou empresas que comercializam placas ou qualquer outro tipo de prêmio usando o nome VEJA Comer & Beber podem ser denunciadas pelo e-mail vejabrasil@abril.com.br para que sejam tomadas medidas legais contra elas.