(Foto: Romero Cruz)

Restaurantes > Brasileiros

Colher de Pau

Endereço: Rua Ana Bilhar, 1178 - Varjota - Fortaleza

Telefone: (85)3267-6176/6680

  • Funcionamento

    11h/1h (fecha seg.)
  • Preço

    de R$ 51,00 a R$ 75,00
  • Pagamento

    • Cartões de crédito (American Express, Dinners, Mastercard, Visa)
    • Cartões de débito (Maestro, Rede Shop, Visa Electron)
  • Serviços

    • Acesso para deficientes
    • Acesso wireless
    • Ar condicionado
    • Atividades para crianças
    • Levar vinhos (permite)
    • Lugares/Capacidade
      (total 600)

Resenha

Não seria exagero considerar o restaurante de Ana Campos uma atração turística de Fortaleza. Ela herdou da mãe, Vilmar, o bom trato com as panelas e está por trás do extenso cardápio que contempla desde os frutos do mar da costa até as carnes do sertão, em um trabalho de valorização dos ingredientes regionais. Pratos fartos e perfumados, servidos em travessas de barro, podem ser vistos circulando pelo arejado endereço, que atrai na mesma proporção forasteiros e gente da cidade. Sobretudo nos fins de semana, o lugar fica lotado e um tanto barulhento, bem diferente da época em que foi inaugurado, há pouco mais de duas décadas, quando dispunha somente de sete mesas. Entre as receitas mais requisitadas, feitas para compartilhar, estão a carne de sol completa, servida na companhia de baião de dois, paçoca, banana frita, macaxeira e batata-doce (R$ 74,90), e a peixada cearense guarnecida de arroz e pirão (R$ 79,90). Para os que querem variar, Ana sugere a moqueca de arraia, na qual o pescado chega banhado em um substancioso caldo elaborado com dendê, legumes, coentro e cebolinha, junto de arroz e pirão (R$ 49,90). Às mesas, protegidas do sol por frondosas mangueiras, são levadas ainda entradinhas como a casquinha de lagosta (R$ 31,90). Toda essa regionalidade se repete nas sobremesas, que inclui doces de frutas em calda como mamão, jaca, laranja e caju (R$ 8,90 a porção), bem como a tapioca recheada de doce de goiaba (R$ 13,90).

As informações e os preços da resenha foram apuradas entre os meses de setembro e novembro de 2014