Gastronomia

O melhor endereço da cidade para...

Comer tapioca, beber café coado, jantar ao som de chorinho e (muito) mais

Centro das Tapioqueiras: mais de setenta versões de tapioca (Foto: Heudes Regis)

Centro das Tapioqueiras: mais de setenta versões de tapioca (Foto: Heudes Regis)

16.abr.2015 19:31:52 | por Bruno Tobias, Dellano Rios, Elton Viana e Mônica Marli

...saborear a típica peixada cearense

Foram os jangadeiros que inventaram a substanciosa receita, criada para compensar o desgaste das longas viagens. Muitos navegadores mantêm a tradição e preparam o prato em fogareiro antes de partir para a pescaria. A fórmula à base de leite de coco, servida sempre com arroz e pirão, aparece vistosa em alguns restaurantes da cidade. No Colher de Pau, ela pode ser feita com dourado, sirigado ou pescada-amarela. Em uma panela de barro, são acrescidos repolho, cebola, tomate, ovo, chuchu, batata e cenoura (R$ 79,90, para duas pessoas). No Marquinhos Delícias Cearenses, usam-se beijupirá, galo-do-alto ou cioba (R$ 80,90, para dois).

Colher de Pau. Rua Ana Bilhar, 1178, Varjota, 3267-6176. 11h/1h (fecha seg.).

Marquinhos Delícias Cearenses. Avenida Beira Mar, 4566, Mucuripe, 3263-1204. 11h/0h.

 

Eitabier: a atrativa seleção de cervejas (Foto: Romero Cruz)

 

…beber cervejas especiais

Foi-se o tempo em que só se encontravam nos bares da capital aquelas cervejas comuns, do tipo pilsen. A oferta de endereços com cartas especializadas na bebida vem crescendo. Nascido como loja, o Eitabier ganhou ares de bar em 2014, ano em que foi laureado por sua seleção etílica na edição de VEJA COMER & BEBER. Constam no cardápio cinquenta etiquetas, que se alternam a cada mês. Entre elas a alemã Berliner Kindl Weisse Himbeere (R$ 18,90, 330 mililitros), de sabor ácido e toque de framboesa, e a belga Val-Dieu Triple (R$ 28,90, 330 mililitros). A partir de maio, a cervejaria deve se mudar para a Varjota, em um salão com espaço para oficinas de degustação. Outro representante da onda cervejeira é o Garrafeira 520, cuja carta reúne quarenta rótulos, como a alemã Licher Weizen, de trigo, e a paulista Bamberg Sepultura (R$ 24,00 cada uma, 500 mililitros).

Eitabier. Parque Shopping, 3087-1071. 17h/22h (qui. a sáb. até 0h; fecha seg.).

Garrafeira 520. Rua Vicente Leite, 520, Meireles, 3099-0520. 16h/22h (qui. a sáb. até 1h; fecha seg.).

 

…jantar ao som de chorinho

O restaurante Le Marché ocupa o lugar de uma antiga mercearia, em frente ao Mercado dos Pinhões. Lá não tem música ao vivo, mas, sempre às sextas, a proximidade com o Mercado faz escoar para suas mesas o chorinho em volume que não atrapalha a conversa. Sorte de quem consegue um lugar na disputada calçada, favorecida pelo clima boêmio. A cozinha da chef francesa Marie Anne Bauer envia para as mesas, de entrada, o confit de polvo com azeitona e tomate (R$ 33,00). Na sequência, o camarão grelhado ao azeite chega escoltado por fios de palmito pupunha (R$ 73,00). Para a sobremesa, peça duas colheres para compartilhar os profiteroles de chocolate com sorvete de baunilha (R$ 19,00).

Praça Pelotas, 41, Mercado dos Pinhões, 3181-6059. 18h/1h (dom. só almoço 12h/16h; fecha seg.).

 

…comer tapioca e beber café com leite

Sobretudo pela manhã e no fim de tarde, o quitute de farinha de tapioca, recheado e na companhia de uma xícara de café com leite, é exemplo clássico de comidinha confortável, do tipo que incita a memória afetiva de moradores e visitantes de Fortaleza. Nesse sentido, talvez nenhum endereço seja mais emblemático do que o Centro das Tapioqueiras, às margens da rodovia CE-040, principal saída para o litoral leste. Sobre as mesas à sombra repousam as tradicionais garrafas de café coado para beber enquanto se saboreia um dos mais de setenta tipos de tapioca. Carne de sol e queijo de coalho (R$ 12,00) é o recheio mais pedido. Para adoçar o paladar, tem de goiabada com queijo (R$ 9,00). Também são vendidos pratos típicos como cuscuz de carne-seca e queijo de coalho, panelada, sarrabulho e galinha caipira.

Avenida Washington Soares, 10215, Messejana, 3274-7565. 5h30/0h.

 

…ouvir jazz e blues

Não é preciso fazer muito esforço para ouvir jazz na terra do forró. Rachel Gadelha, organizadora do Festival de Jazz & Blues de Guaramiranga, recomenda a programação de terça a domingo do Café Pagliuca. “Apresentam-se por lá o saxofonista Márcio Resende e a Dunas Jazz Band, entre outros. Da nova geração, destaco o grupo Por Um Trio”, reforça Lucas Benedecti, jornalista especializado em música.

Rua Barbosa de Freitas, 1035, Aldeota, 3224-1903. 11h30/15h e 17h30/1h (sáb. 12h/1h; fecha dom.).

 

…curtir uma balada à beira-mar

À medida que o fim de tarde se aproxima, a barraca Guarderia Brasil, na Praia do Futuro, ganha ares de charmosa balada. A moçada que chegou cedo para praticar esportes, como kitesurf e stand-up paddle, não resiste e acaba dando uma esticadinha. E há também o público que quer paquerar ou fazer o esquenta pré-balada. O pôr do sol mais agitado é o de sábado, quando a barraca fecha mais tarde (20h). No repertório dos DJs e das bandas, figuram indie rock, pop rock e lounge. Novidade no cardápio, a porção de camarão com geleia de morango e toque picante de calabresa custa R$ 42,00 (seis unidades). Já a caipirinha de lichia com duas doses de vodca Absolut é vendida por R$ 31,00 (500 mililitros).

Avenida Zezé Diogo, 4451, Praia do Futuro, 3110-7253. 8h/18h (sáb. até 20h).

 

…para comer bem tarde da noite

Para quem passa tempo demais no escritório ou se gasta nas pistas de dança de uma festa, é sempre um desafio encontrar lugares que ofereçam boas refeições tarde da noite. Acena como porto seguro nessas situações o calçadão da Avenida Virgílio Távora. Algumas casas daquele pedaço funcionam dentro de um horário mais elástico. Nelas, dificilmente o cliente perderá a viagem ou ouvirá um desanimador “a cozinha já vai fechar”. A prestigiada boulangerie MonteCarlo, aberta 24 horas, oferece um sushi-bar que funciona até meia-noite (R$ 69,90 o quilo). A baguete de calabresa (R$ 25,90 o quilo) é um dos lanches rápidos preferidos da clientela. A cozinha da cantina Pulcinella também adentra a madrugada. O espaguete de frutos do mar pode ser dividido entre duas pessoas (R$ 78,90).

MonteCarlo. Avenida Senador Virgílio Távora, 820, 3264-2356. 24 horas. Pulcinella. Avenida Senador Virgílio Távora, 600, 3244-0133. 12h/15h e 18h30/1h (sex. e sáb. até 2h).

 

…beber café coado

Isso faz lembrar aquela tarde na casa da avó, certo? Pois algumas cafeterias da cidade estão se beneficiando dessa atmosfera afetiva ao preparar, na frente do cliente, versões da bebida usando diferentes métodos de filtragem. No Café Viriato, há uma sugestão bem suave executada no sistema Clever, feito por infusão em um tempo mínimo de um minuto e meio. Custa R$ 6,50 a xícara. No Amika Coffeehouse (foto), tem café saído do filtro Hario (R$ 5,90) e da prensa francesa, que deixa a bebida mais forte e rende duas xícaras (R$ 6,50).

Amika Coffeehouse. Rua Ana Bilhar, 1136B, Meireles, 3031-0351. 13h/20h (fecha seg.). Café Viriato. Rua Osvaldo Cruz, 2828, Aldeota, 3035-5503. 7h/22h.

 

Manga Bourbon: a cevicheria tem dezesseis variações do prato (Foto: Divulgação)

 

…saborear um bom ceviche

Apaixonados por ceviche, tradicional receita peruana de peixe cru marinado, o casal Cauê Carrah e Bruna Grecchi transformou-o em uma das principais atrações de seu restaurante, o Manga Bourbon, aberto em 2014. No cardápio surgem dezesseis variações do prato, entre elas o de linguado com camarão. Os pescados são postos em marinada de suco de limão mais gengibre, pimenta de cheiro e cebola-roxa (R$ 26,90). Já o ceviche chamado de matuto leva tilápia temperada na cachaça, a R$ 16,90. Acompanha bolacha d’água. As cervejas long neck são Sol (R$ 7,90) e Cristal (R$ 6,90). Tem também a belga Vedett (R$ 17,90, 330 mililitros). Manga Bourbon.

Rua Frederico Borges, 125, Meireles, 3119-1200. 18h/0h.