Bares

Os bares vencedores

Dos 118 points apresentados nas páginas a seguir, a Cervejaria Devassa debuta entre os premiados por servir um chope bem tirado. Na recém-criada votação do bar de praia, o Maria Mariana, com seu clima pé na areia em Manguinhos, conquista o título. Entre os botecos, o Bar do Pezão volta ao topo da categoria


O melhor bar de praia

De frente para o mar: guarda-sóis de palha e clima pé na areiaDe frente para o mar: guarda-sóis de palha e clima pé na areia

Maria Mariana

Com a revitalização da orla de Manguinhos, o antigo quiosque da mineira Elba de Miranda mudou-se para um terreno de frente para o mar, sem perder o jeitão de bar de praia. O lugar tem o estilo pé na areia, com guarda-sóis de palha e uma área coberta. Nos fundos, enormes pés de aroeira fornecem a pimenta-rosa usada no preparo de receitas como o filé de tilápia em crosta de gergelim ao perfume de aroeira, acompanhado de maionese (R$ 33,00, para duas pessoas). O peixe, trazido fresco da Lagoa Juara, na vizinha Jacaraípe, ainda é servido em lascas, com molho de ervas (R$ 30,00, para duas pessoas). A pequena cozinha também entrega moquecas, como a de camarão, servida com moquequinha de banana-da-terra (R$ 40,00, para duas pessoas), e frigideira de bacalhau, feita com azeite, alho e coentro, escoltada de torradas (R$ 38,00, para duas pessoas). Frutas da época, como acerola, caju, caqui e jamelão, são batidas como suco (R$ 3,00) ou usadas no preparo de caipirinha (R$ 8,00). Quem não dispensa uma cerveja encontra Original e Brahma Extra (R$ 4,50 a garrafa).

Avenida Atapoã, 638, Manguinhos, Serra, 8826-2441. 8h/18h (sáb., dom. e feriados). Cc: D e M. Cd: M e R. www.quiosquemariamariana.com.br.

O melhor boteco

Só na calçada: cerveja de garrafa grande e porções no caprichoSó na calçada: cerveja de garrafa grande e porções no capricho

Bar do Pezão

Do minúsculo salão, que abriga apenas balcão e geladeira, José Antônio Tonon comanda este autêntico pé-sujo, que abriga mesas de plástico amarelas dispostas apenas sobre a calçada. A cozinha fica no andar superior, e um barulhento elevador se encarrega de descer BARES em porções caprichadas, para até quatro pessoas. Entre elas estão a rabada com batata e a carne-seca com paio no feijão, a R$ 25,00 cada uma, além do peito de boi ensopado, a R$ 20,00. O torresmo também é generoso, com 15 centímetros! (R$ 4,50), e faz tabelinha com cervejas Skol (R$ 4,00) e Original (R$ 4,50). Pastéis de carne e de queijo custam R$ 3,00 a unidade; os de bacalhau, de camarão e de frango com catupiry, R$ 3,25. Para honrar a tradição botequeira de Vitória, faz batidinhas de graviola, de gengibre e de maracujá (R$ 3,00 a dose).

Avenida Anísio Fernandes Coelho, 1141, Centro Comercial Beta, Jardim da Penha, Vitória, 8122-8386. 15h/0h (sáb. e dom. 12h/18h). Cc: B, D, M e V. Cd: B, M, R e V.

O melhor caranguejo

Cozido em água e sal: R$ 4,40 a unidadeCozido em água e sal: R$ 4,40 a unidade

Caranguejo do Assis

As duas casas de Francisco de Assis têm números superlativos. Juntas, recebem até 6 000 pessoas num único dia, e um time de 45 garçons se encarrega de entregar às mesas uma média de 1 200 caranguejos. Em nada lembra o começo modesto da empreitada do ex-garçom, que há nove anos começou a vender o crustáceo em uma portinha. Assis jura que não há segredos no preparo da especialidade. Trazido da cidade de Nova Viçosa, no sul da Bahia, o caranguejo é cozido apenas em água e sal e servido com farofa e molho vinagrete (R$ 4,40 a unidade). Além dele, outros itens do mar compõem o cardápio. Há isca de cação (R$ 21,50), lula à dorée (R$ 25,50) e casquinhas de siri (R$ 10,70) e de sururu (R$ 9,90). Entre as moquecas, em dezoito versões, a de robalo ao molho de camarão sai por R$ 90,00, para duas pessoas. Vai à mesa acompanhada de arroz, pirão e moquequinha de banana-da-terra. No capítulo das bebidas, o bem tirado chope Brahma (R$ 3,50) disputa a preferência da clientela com as cervejas Bohemia e Original (R$ 5,30 cada uma).

Avenida Estudante José Júlio de Souza, 290, Praia de Itaparica, Vila Velha, 3289-8486. 11h/1h. Cc: A, B, D, M e V. Cd: B, M, R e V. Cr: S, T e V. ; Avenida Estudante José Júlio de Souza, 50, Praia de Itaparica, Vila Velha, 3219-8568. 17h/1h (sáb. a partir das 11h; dom. 11h/23h). Cc: A, B, D, M e V. Cd: B, M, R e V. Cr: S, T e V. www.caranguejodoassis.com.br.

O melhor chope

A loura, a ruiva e a sarará: três orgulhos da casaA loura, a ruiva e a sarará: três orgulhos da casa

Cervejaria Devassa

O jeito carioca de preparar e servir chope chegou a Vitória há um ano e logo conquistou o júri de VEJA ESPÍRITO SANTO. Os barris, que vêm do Rio de Janeiro, chegam resfriados e vão direto para uma câmara fria instalada no salão, à vista dos clientes. O líquido é tirado de uma chopeira elétrica com bico importado da Bélgica, e uma combinação de nitrogênio e gás carbônico garante a cremosidade do colarinho. São cinco versões da bebida: loura (pilsen; R$ 4,50), ruiva (pale ale; R$ 4,90), negra (dark ale; R$ 4,90), índia (india pale ale; R$ 4,90) e sarará (de trigo; R$ 7,90). Para fazer companhia aos copos, a cozinha prepara costela de porco ao molho barbecue mais anéis de cebola empanados (R$ 32,90, para três pessoas) e bolinho de polenta recheado com rabada (R$15,90, para duas pessoas). A pizza de calabresa (R$ 20,90) tem massa de tapioca e chega à mesa cortadinha, em forma de aperitivo.

Rua João da Cruz, 290, Praia do Canto, Vitória, 3026-7934. 17h/1h (qui. e sex. até 2h; sáb. 11h30/2h; dom. 11h30/1h). Cc: M e V. Cd: M, R e V. Ar. www.devassa.com.br.

O melhor fim de noite

A unidade do Triângulo das Bermudas: movimento até de manhãA unidade do Triângulo das Bermudas: movimento até de manhã

Abertura

A boa localização e a cozinha, que fica de plantão em geral até as 4 da manhã, são predicados comuns aos três endereços do Abertura. O primeiro foi aberto na Rua da Lama, em 1996, bem próximo à Ufes. Depois vieram as unidades de Vila Velha e do Triângulo das Bermudas — nessa última, recém-reformada, o movimento na madrugada é tão intenso que chega a ocupar parte da rua. Criado na casa, o kieber de frango é uma porção de fatias empanadas da ave, recheadas com presunto e queijo. Sai da cozinha em porção generosa, para quatro pessoas (R$ 28,90), e disputa a preferência dos clientes com o gurjão de peixe (R$ 28,90) e com o pastel de camarão (R$ 3,45). Garrafas de Bohemia e Original custam R$ 5,35 cada uma. Há também chope Brahma (R$ 3,45) e caipirosca de kiwi e de morango (R$ 9,90). Aos sábados, na unidade de Vila Velha, o almoço traz um bufê de feijoada por R$ 34,90 o quilo.

Avenida Anísio Fernandes Coelho, 1730, lojas 8 e 9, Jardim da Penha, Vitória, 3315-0018. 16h/2h (qui. a sáb. até 5h). Cc: B, D, M e V. Cd: B, M, R e V; Rua Joaquim Lírio, 811, Praia do Canto, Vitória, 3345-8909. 16h/2h (qui. a sáb. até 5h). Cc: B, D, M e V. Cd: B, M, R e V; Rua Diolindo Perim, 79, Itapoã, Vila Velha, 3299-0881. 17h/1h (qui. até 2h; sex. 16h/4h; sáb. 12h/4h; dom. a partir das 14h). Cc: D, M e V. Cd: M, R e V.

a melhor happy hour

Mesas sempre ocupadas: cinquenta anos de boemiaMesas sempre ocupadas: cinquenta anos de boemia

Ceará Bar

Cinquentenário, o boteco ganhou em 2008 uma filial na Mata da Praia. Lourival Nepomuceno da Silva, o Ceará, insiste em preservar no cardápio o chope Brahma (R$ 3,20) e petiscos como gurjão de peixe (R$ 20,00) e torresmo (R$ 15,00). Nas duas unidades, porém, raramente se vê outra coisa pelas mesas de plástico senão pastel. Vendido por R$ 3,00, o salgado aparece em dez sabores, entre eles camarão, siri, queijo, carne, bacalhau e até feijoada. Cerca de 800 unidades saem do tacho em um único dia. Dos rótulos de cerveja, Skol e Brahma custam R$ 4,20 cada uma; Original, R$ 4,70. Atrás do balcão, três refresqueiras, dessas que armazenam sucos em lanchonetes, guardam as batidinhas de maracujá, pitanga e graviola (R$ 3,50 a dose).

Avenida Paulino Müller, 916, Jucutuquara, Vitória, 3223-7953. 17h/0h (sáb. 12h/23h; fecha dom.). Cc: B, M e V. Cd: B, M, R e V. Cr: V. ; Avenida Desembargador Dermeval Lyrio, 55, Mata da Praia, Vitória, 3327-4665. 17h/0h (sáb. a partir das 16h; fecha dom.). Cc: B, M e V. Cd: B, R e V. Cr: V. www.cearabar.com.br.

A melhor música ao vivo

A banda Clube Big Beatles: no segundo sábado de cada mêsA banda Clube Big Beatles: no segundo sábado de cada mês

Spírito Jazz

Da decoração, pontuada por quadros com imagens de Ella Fitzgerald, Miles Davis e Louis Armstrong, à programação de jazz, blues e MPB, a casa se destaca pela primeira vez como o principal endereço de música ao vivo da região. Todos os 250 lugares oferecem uma boa visão do palco, por onde já passaram astros como Elza Soares, Leny Andrade e Dori Caymmi. A banda Clube Big Beatles apresenta covers de John, Paul, Ringo e George no segundo sábado de cada mês. O público, mais maduro, não se acanha com a falta de uma pista de dança e arrisca uns passinhos entre as mesas durante as apresentações. Os garçons entregam tira-gostos como lula à dorée com molho tártaro (R$ 29,00) e carpaccio de salmão (R$ 25,00). Dos drinques, o spírito jazz agrada às mulheres, graças à adocicada combinação de uísque, suco de pêssego e creme de cassis (R$ 16,00). A preferência masculina é por uma dose de uísque Johnnie Walker Red Label (R$ 14,00), mas a carta lista também rótulos como Jack Daniel’s (R$ 16,50) e o cobiçado e caro Chivas Royal Salute (R$ 59,50). Se a ocasião pede um brinde, a garrafa de champanhe Veuve Clicquot Brut custa R$ 305,00.

Rua Madeira de Freitas, 244, 1º piso, Via Cruzeiro Mall, Praia do Canto, Vitória, 3225-5783. 21h/último cliente (qui. a sáb.). Cc: A, D, M e V. Cd: M, R e V. Couvert art.: R$ 20,00 a R$ 80,00. Ar. www.spiritojazz.com.

O melhor para ir a dois

Aconchego: muitas árvores e pouca iluminaçãoAconchego: muitas árvores e pouca iluminação

Twins

Instalado numa esquina mais sossegada da Rua Joaquim Lírio, reproduz o clima aconchegante dos bares de Trancoso, no sul da Bahia. Aos pés da Pedra do Cruzeiro, tem mesas em uma arborizada área ao ar livre, suavemente iluminada, e um pequeno salão de paredes coloridas. A trilha sonora passeia por MPB e jazz. Às quartas e quintas, DJs tocam lounge e house music em volume moderado. O público, na maioria casais, petisca porções de bolinho de bacalhau (R$ 18,00) e de filé à palito com molho de gorgonzola (R$ 32,00), ambas feitas na medida para duas pessoas. A seção etílica do cardápio lista drinques como mojito (R$ 10,00) e caipirosca (R$ 10,00). Há também uma boa seleção de cervejas long neck, entre elas Heineken (R$ 4,00) e Stella Artois (R$ 5,00).

Rua Joaquim Lírio, 8, Praia do Canto, Vitória, 3345-7966. 17h/2h (sáb. 12h/3h; dom. 12h/23h; fecha seg.). Cc: B, D, M e V. Cd: B, M, R e V.

O melhor para paquerar

O salão de pé-direito alto: point da azaraçãoO salão de pé-direito alto: point da azaração

Escritório

O som alto dos clipes exibidos em dois telões e nos oito aparelhos de TV de LCD que apresentam clipes musicais se mistura ao burburinho do salão, lotado de gente jovem e descompromissada. Novamente eleito o melhor da especialidade, tem acomodações que lembram um ambiente de trabalho, com cadeiras giratórias e escrivaninhas no lugar de mesas. Da cozinha, saem tira-gostos como o combinado de cones, feitos de massa de milho com recheios de carpaccio, salaminho, atum e frango defumado (R$ 19,90, para duas pessoas), e o boy na grelha, uma peça de maminha marinada na cerveja, acompanhada de batata frita, mandioquinha, vinagrete e farofa (R$ 38,30, para quatro pessoas). O chope Brahma (R$ 4,39 a caldeireta) pode ser incrementado com xarope de kiwi, maçã verde, groselha, morango, pêssego ou limão (R$ 12,00).

Rua Manoel Gonçalves Carneiro, 65, Praia do Canto, Vitória, 3227-7637. 18h/último cliente (fecha seg.). Cc: A, B, D, M e V. Cd: B, M, R e V. Ar. www.escritoriobar.com.

Fotos: Ligia Skowronski

VEJA paga todas as suas despesas na produção das revistas e na avaliação dos estabelecimentos, não aceitando qualquer tipo de cortesia. Nenhuma taxa é cobrada dos endereços indicados na edição impressa, no site ou nos aplicativos — apenas critérios editoriais são aplicados na escolha e avaliação dos lugares. Pessoas ou empresas que comercializam placas ou qualquer outro tipo de prêmio usando o nome VEJA Comer & Beber podem ser denunciadas pelo e-mail vejabrasil@abril.com.br para que sejam tomadas medidas legais contra elas.