Bares

Os bares vencedores

Pela primeira vez entre os vencedores, o Bar do João foi eleito o melhor boteco do Espírito Santo, assim como o novo Divino Botequim, laureado como bar revelação. Em uma acirrada disputa, o caranguejo premiado foi decidido apenas por voto de Minerva e quem levou o prêmio foi a Ilha do Caranguejo. Confira essas e outras novidades entre os 119 endereços selecionados nesta edição.

O melhor boteco

Legítimo pé-sujo: clientes se acomodam em mesinhas da calçada

Bar do João

Cozinheiro de mão cheia, João Luiz Mendes resolveu montar o seu próprio negócio depois de ter trabalhado em alguns estabelecimentos de Vitória. Anexo à sua residência abriu, em 2005, o Bar do João, um genuíno boteco pé-sujo, com instalações bem simples, comida de primeira e cerveja sempre gelada. Como o salão é pequeno, os frequentadores se acomodam nas mesinhas de plástico dispostas na calçada, de frente para um campo de futebol Na cozinha, João se encarrega do preparo de receitas fartas, todas à base de feijão. O feijão-vermelho aparece combinado com paio, pé de porco, orelha ou carne-seca. As porções são individuais e vêm acompanhadas de arroz, farofa e vinagrete (R$ 7,50). Com feijão-manteiga, a rabada custa R$ 20,00 e serve três pessoas. O menu conta ainda com porções típicas de boteco, caso do pescoço de peru (R$ 18,00) e da língua ao molho próprio (R$ 20,00). Há cervejas nas marcas Skol, Brahma (R$ 4,00 cada uma), Antarctica (R$ 3,80) e Itaipava (R$ 3,50). As cachaças mineiras Salinas, Seleta e Boazinha são vendidas a R$ 3,50 a dose. Para completar o clima de boemia, todo sábado, a partir das 20h, há roda de samba.

Rua Mestre Ângelo, 68, São Cristovão, Vitória, telefone 9875-6830. 15h/0h (sáb., dom. e feriados a partir das 9h; fecha ter.).

O melhor caranguejo

Os crustáceos cozidos na água e sal: R$ 4,50 a unidade

Ilha do Caranguejo

Uma placa pendurada no salão exibia, no início de junho, a frase “Estamos trabalhando há 733 dias sem falta de caranguejo”. O número, atualizado diariamente, estampa o orgulho do proprietário Carlos Augusto Barbarioli, que comercializa cerca de 20 000 unidades por mês. Ele conta que, para atingir essa meta, mantém diferentes fornecedores. Os crustáceos normalmente são comprados no próprio estado ou no sul da Bahia. Em outubro e novembro, quando Barbarioli não os encontra na região, manda buscá-los no Maranhão, de onde os bichos vêm vivos, de avião. No bar, eles são cozidos na água e sal e chegam à mesa em um caldeirão, acompanhados de farofa e vinagrete (R$ 4,50 a unidade). Toda terça-feira, a casa faz uma promoção: Quem compra um caranguejo leva outro. Às quintas, eles são selecionados e vendidos com, no mínimo, 8 centímetros de carapaça. O cardápio lista ainda porções como a lambreta (R$ 17,50, doze unidades) e o camarão ao molho bechamel acompanhado de arroz gratinado (R$ 61,90, para três pessoas). As cervejas Skol (R$ 4,99) e Bohemia (R$ 5,89) escoltam os pedidos.

Rua Alcino Pereira Netto, 570, Jardim Camburi, Vitória, telefone 3395-0244. 16h/0h30 (qui. e sex. até 1h30; sáb., dom. e feriados 11h30/2h). Cc: A, D, H, M, V, B, C e D. Cd: M, R, V, B, C e D. estacionamento banheiro para deficientes físicos atividades para crianças internet sem fio www.ilhadocaranguejo.com.br.

A melhor carta de cervejas

Variedade: sessenta rótulos de catorze nacionalidades ficam à disposição dos clientes

WunderBar Kaffee

Localizado na esquina da Avenida Rio Branco com a Rua Chapot Presvot, o bar avarandado é frequentado por um público geralmente acima dos 30 anos. Assim como o nome da casa — wunderbar significa maravilhoso, em alemão —, os pratos servidos ali têm inspiração germânica. Entre as opções, há salsichão com batata (R$ 26,00), combinado de quatro tipos de salsicha com purê (R$ 56,00) e o embutido recheado com queijo de minas e envolvido por bacon (R$ 24,00 com três unidades), além do bufê de antepastos com quinze itens (R$ 65,00 o quilo). Mas não são os aperitivos que fazem a fama da casa e sim a bebida que geralmente acompanha esses pratos — a cerveja. Com sessenta rótulos, a carta lista opções de catorze nacionalidades. A famosa Chimay, produzida pelos monges trapistas da abadia Notre-Dame de Scourmont, na Bélgica, aparece em três versões: blue, red e triple (R$ 28,90 cada uma na garrafa de 330 mililitros). Da Holanda, um dos exemplos é a amarga Christoffel Blond (R$ 24,40, 330 mililitros). A inglesa Young´s DCS, tipo stout, tem toques de chocolate e custa R$ 29,80 (500 mililitros) enquanto a tcheca Czechvar Premium Czech Larger é uma boa representante entre as pilsen (R$ 18,20, 330 mililitros).

Avenida Rio Branco, 1305, loja 4, Solar da Praia, Praia do Canto, Vitória, telefone 3227-4331. 17h/1h (fecha dom.). Cc: A, D, M e V. Cd: M, R e V. Couvert art.: R$ 7,00 (qua. a sáb.). internet sem fio www.wunderbarkaffee.com.br.

A melhor música ao vivo

Banda Planeta Desperto: animação na happy hour

Turk Zoo

Desde janeiro, Antonio Moysés Hallage está à frente da casa, que agora abre todos os dias da semana, exceto aos domingos. A ideia do novo sócio é contar com uma programação musical variada para atrair diversos tipos de público. Por isso, além das bandas de pop rock que já são tradição às sextas e sábados, há forró às terças, samba às quartas e bandas locais toda quinta-feira. Com capacidade para 250 pessoas sentadas, o arejado salão chega a receber 800 clientes que curtem atrações como a Banda Trilha, com um repertório de músicas pop dos anos 80, e o cantor Saulo Simonassi, que faz um show com clássicos do rock’n’ roll. Enquanto o som rola, os garçons passeiam entre as mesas com bandejas carregadas de porções caprichadas, a exemplo da chapa do jamil (filé aperitivo, frango, linguiça portuguesa e batata frita; R$ 39,90) e da picanha especial na brasa, guarnecida de farofa e vinagrete (R$ 42,90). A bebida mais pedida é a cerveja Skol (R$ 5,90).

Rua Doutor João Carlos de Souza, 742, Santa Luiza, Vitória, telefone 3314-5106. 11h30/15h e 18h/2h (seg. só almoço; fecha dom.). Cc: A, D, M, V, B e C. Cd: M, R, V e B. Couvert art.: R$ 10,00 a R$ 25,00. estacionamento banheiro para deficientes físicos fumante internet sem fio www.turkzoo.com.br.

O melhor para ir a dois

Charme no centro: opção fora do circuito do Triângulo das Bermudas

Augustus

Com fachada tombada, o charmoso imóvel instalado na Rua Gama Rosa, no centro de Vitória, é uma opção para a noite fora do movimentado circuito do Triângulo das Bermudas, como é conhecida a região que concentra bares e restaurantes na Praia do Canto. Comandado por Luciana Suzano, o espaço é decorado com fotos antigas do bairro e tem uma TV que exibe clássicos do cinema. De quinta a sábado há apresentações de música ao vivo, com repertório que passa por samba, bossa e rock internacional. O salão é envolvido por uma luz baixa e o cardápio traz pratos bons para serem divididos, como o carpaccio de salmão com molho de alcaparras (R$ 28,00) e a moquequinha de siri acompanhada por torradas (R$ 28,00). O camarão empanado com gergelim e molho de laranja sai a R$ 37,00. Na ala das bebidas, há algumas cervejas importadas. A belga Waterloo Triple 7 custa R$ 12,00, a garrafa de 330 mililitros, e a alemã Köstritzer Schwarzbier, R$ 10,00 (500 mililitros). Para quem preferir um drinque, a proprietária indica o augustus, feito com Bacardi apple, Schweppes citrus e curaçao blue (R$ 12,00).

Rua Gama Rosa, 154, centro, Vitória, telefone 3233-0926. 18h/1h (fecha dom. e seg.). Cc: M, V e B. Cd: M, R, V e B. Couvert art.: R$ 5,00. Ar. fumante internet sem fio

O melhor para paquerar

Aberto 24 horas: azaração noite adentro

Quintalzinho da Praia Cachaçaria

O mais novo empreendimento do jovem Guilherme Baião Tavares — ele também é proprietário do Escritório Bar, do Casa Club e do São Firmino Botequim — funciona 24 horas. “A casa nem porta tem, que é para mostrar que não fecha mesmo”, conta Tavares. Da calçada, dá para ver as paredes forradas por mais de 2 000 garrafas de cachaça, que escondem um palco suspenso. O cantor Claudio Bocca se apresenta ali toda segunda, a partir das 18h, com repertório de pop rock. Aos sábados, a Velha Guarda da Jucutuquara entra em cena às 14h30 e, aos domingos, há show sertanejo desde as 17h. Da cozinha saem porções vendidas a R$ 14,90. Há dobradinha, pescoço de peru, moela de galinha, torresminho... Além dessas opções, um bufê de acepipes fica montado a noite toda com queijos, embutidos, saladas e aperitivos em conserva (R$ 59,50 o quilo). Quem tiver fome de madrugada conta com um bufê de massas, servido a partir das 2h (R$ 15,90 por pessoa). Entre as bebidas, o chope Brahma circula pelo salão em dois tamanhos: quintalzinho (R$ 2,00 com 200 mililitros) e quintal (R$ 4,00 com 300 mililitros). Na ala das cachaças, a dose da Busca Vida sai a R$ 6,50 e da Germana, R$ 5,50.

Rua Joaquim Lírio, 841, Praia do Canto, Vitória, telefone 3227-7637. 24 horas. Cc: A, D, M, V e B. Cd: M, R e V. Couvert art.: R$ 12,00 a R$ 15,00. banheiro para deficientes físicos fumante internet sem fio www.quintalzinhodapraia.com.br.

Bar revelação

O salão avarandado: convite ao bate-papo

Divino Botequim

Inaugurado em agosto de 2010, o Divino Botequim, comandado pelos mesmos donos do bar Saidera, já caiu no gosto dos capixabas e abocanha o prêmio inédito de bar revelação. O amplo espaço, com capacidade para 120 pessoas, tem varanda com estrutura de madeira e fotos antigas de Vitória na decoração. Enquanto o bate-papo rola nas mesas, os garçons se encarregam de trazer delícias como o caldinho genial, feito de mandioquinha com gorgonzola e camarão (R$ 10,00). Entre as porções, há manjubinha frita (R$ 14,00), linguiça portuguesa na cachaça com farofa (R$ 16,50) e rabada com agrião e batata cozida (R$ 24,50). O picadinho de boteco (filé-mignon, farofa, arroz, batata sautée e ovo frito; 16,00) é a sugestão do chef para o almoço de sexta-feira e, aos sábados, há feijoada (R$ 19,00) a partir das 12h. No capítulo das bebidas, o menu lista drinques clássicos, como caipirinha (R$ 9,20), piña colada (R$ 11,00) e mojito (R$ 10,00). O chope é Brahma e custa R$ 3,70 o garotinho, e R$ 4,60 a caldeireta.

Rua Eugenílio Ramos, 236, Jardim da Penha, Vitória, telefone 3235-2687. 18h/2h (sex. a dom. a partir das 12h; fecha seg.). Cc: A, D, H, M, V, B e C. Cd: M, R, V, B e C. Ar. banheiro para deficientes físicos internet sem fio www.divinobotequim.com.

VEJA paga todas as suas despesas na produção das revistas e na avaliação dos estabelecimentos, não aceitando qualquer tipo de cortesia. Nenhuma taxa é cobrada dos endereços indicados na edição impressa, no site ou nos aplicativos — apenas critérios editoriais são aplicados na escolha e avaliação dos lugares. Pessoas ou empresas que comercializam placas ou qualquer outro tipo de prêmio usando o nome VEJA Comer & Beber podem ser denunciadas pelo e-mail vejabrasil@abril.com.br para que sejam tomadas medidas legais contra elas.