RESTAURANTES

Remanso do Peixe

  • Categoria: COZINHA AMAZÔNICA
  • Aberto em: 2001
  • Faixa de preço: $$$ (de R$ 76,00 a R$ 100,00)

Endereço

  • Travessa Barão do Triunfo, 2590 - casa 64
  • Bairro: Marco
  • Telefone: 3228-2477
  • Lugares: 130
  • Horário: 12h/15h e 19h/22h (dom. e feriados só almoço; fecha seg.)
  • C. Crédito:
  • C. Débito:
  • Serviços:
* Os preços e as demais informações foram apurados entre os meses de abril e junho de 2013

Na construção discreta, escondida nos fundos de uma vila residencial, não há placa na porta nem qualquer sinal de que funciona ali um restaurante. Menos ainda, de que se trata de uma das mais festejadas cozinhas do país. O endereço, criado há doze anos por Francisco da Silva Santos, está desde 2007, nas mãos de seu filho, Thiago Castanho. Eleito chef do ano pela terceira vez consecutiva, o jovem mestre-cuca divide as panelas com o irmão caçula, Felipe - assim, com a soma de esforços, a dupla consegue se dedicar também ao mais recente empreendimento da família, o Remanso do Bosque. Se por lá o menu privilegia os assados, aqui ganham destaque as caldeiradas. A receita campeã de pedidos é a paraense, cuja fórmula inclui filhote comprado de um fornecedor da Ilha de Mosqueiro. Depois de cozidas no caldo de tucupi com jambu, as postas recebem a companhia de mix de pimentões, tomate e camarão-rosa. Arroz e pirão escoltam a substanciosa mistura, servida à mesa em panela de barro por R$ 98,00 em porção suficiente para duas pessoas. Sua variação mais leve, sem tucupi nem jambu, custa R$ 99,00, também para dois. Antes, como entrada, pode-se escolher o bolinho de piracuí empanado na tapioca (R$ 18,00, com oito unidades). Para a sobremesa, há uma inusitada versão de tiramisu, que traz polpa de bacuri e queijo de Marajó no lugar do mascarpone (R$ 14,00).

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Ofensas, spam, publicidade, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA. Para comentar você precisa estar logado.

Comentários

Para comentar faça seu login abaixo ou cadastre-se.
  • Login:
  • Senha:

VEJA paga todas as suas despesas na produção das revistas e na avaliação dos estabelecimentos, não aceitando qualquer tipo de cortesia. Nenhuma taxa é cobrada dos endereços indicados na edição impressa, no site ou nos aplicativos — apenas critérios editoriais são aplicados na escolha e avaliação dos lugares. Pessoas ou empresas que comercializam placas ou qualquer outro tipo de prêmio usando o nome VEJA Comer & Beber podem ser denunciadas pelo e-mail vejabrasil@abril.com.br para que sejam tomadas medidas legais contra elas.