Aperitivos

O senhor do vinho

Renor Lucin, de 86 anos, se mantém à frente da Adega Tonel do Rudge

Sempre no balcão, Renor recebe a clientela com simpatia e uma dose de vinho

Sempre no balcão, Renor recebe a clientela com simpatia e uma dose de vinho

15.mai.2014 13:28:26 | por Bárbara Öberg

O movimento da Rua Afonsina, em São Bernardo do Campo, nunca mais foi o mesmo depois que Renor Lucin transformou sua residência na Adega Tonel do Rudge, em 1978. Natural de Ribeirão Bonito (SP), o metalúrgico já estava aposentado quando decidiu se dedicar ao que mais lhe dava prazer: o vinho. Para isso, destinou um cômodo de sua casa ao negócio, que, em pouco tempo, tomou conta de todo o endereço. Hoje, a loja vende 1 000 rótulos e continua sob o comando do fundador, que agora tem a ajuda dos filhos, Carlos e Rose. Aos 86 anos, ele está sempre no balcão, desarrolhando algumas garrafas e oferecendo uma dose ao público antes da compra — ao longo da semana, cerca de 100 exemplares ficam reservados só para essa cortesia. “O melhor vinho é o que agrada ao cliente”, justifica. A degustação grátis atrai muitos fregueses, mas há, certamente, outro bom motivo para uma visita: a chance de conhecer esse simpático proprietário.