RETROSPECTIVA 2014

De grão em grão

Conheça doze estabelecimentos que se destacaram em 2014 pela competência ao servir um excelente café

22.dez.2014 13:01:58 | por Fábio Galib

Por trás de uma dose de café há um meticuloso processo que começa na escolha dos grãos, passa pela torra e pela moagem e termina na extração. Na última parte de nossa retrospectiva, listamos doze casas que neste ano trataram a bebida com respeito e, por esse motivo, foram eleitas as melhores em suas respectivas cidades. Entre elas há novidades fresquinhas e que fazem um trabalho exemplar, caso da Amika Coffeehouse, de Fortaleza, e do campineiro Café Container. Escolha sua xícara e comece 2015 cheio de energia!

 

ABC

Kopenhagen

Embora seja mais conhecida por sua ampla oferta de chocolates, a octogenária rede paulistana tem um bom serviço de café. Canudinho de wafer com chocolate, cookie de baunilha ou pastilha de menta fazem parte dos mimos disponíveis para escoltar as xícaras.

 

BH

Cafeteria Academia do Café

Para serem consumidas no endereço, em diferentes métodos de extração, foram analisadas 200 amostras de grãos que resultaram na seleção das quinze servidas. O muffin de banana e a quiche lorraine são opções para o lanche completo.

 

Brasília

Objeto Encontrado

A boa fama deste misto de cafeteria e galeria de arte se deve sobretudo ao trabalho da barista Bebel Hamu. Para acompanhar a ótima cheesecake, os pedidos recaem sobre o expresso e o cappuccino, extraídos de uma máquina La Marzocco.

 

Campinas

Café Container

O blend da casa é assinado pela expert Isabela Raposeiras. Além do tradicional expresso, o barista Plínio dos Santos indica métodos coados no filtro Hario e na aeropress. Podem acompanhar o pedido a broa com erva-doce e canela e uma fatia de bolo do dia.

 

Curitiba

Rause Café + Vinho

Escrito a giz em uma das paredes, o menu apresenta comidinhas para escoltar as aromáticas bebidas preparadas pelo barista Otavio Linhares. Escolhe-se o blend e o método de extração, entre os quais o coador da grife japonesa Hario e o aeropress.

 

Fortaleza

Amika Coffeehouse

A casa utiliza grãos provenientes da fazenda Paraíso da Nascente, no cerrado mineiro, e reserva espaço nos moinhos para o café chamado "visitante", eventualmente trazido de outros países - Quênia, Guatemala e Etiópia podem estar na seleção. A proprietária, a jovem publicitária Danielly Soares, é quem supervisiona o bom trabalho dos baristas.

 

Goiânia

Ateliê do Grão

Sempre há duas variedades de grão disponíveis, torradas e moídas no próprio local. O cliente pode escolher o método pelo qual a bebida é tirada, entre eles a versão na máquina Trifecta, que controla dez parâmetros de extração para acentuar as melhores características da bebida.

 

Porto Alegre

Press Café

A casa recorre ao blend da grife Fazenda Pessegueiro, de Mococa (SP), para compor as bebidas. Somam-se oito variedades de expresso, como o romano, com raspas de limão, e o ristretto, curto e encorpado.

 

Recife

Tokyo’s Café

O prestigiado cozinheiro André Saburó Matsumoto, também proprietário dos restaurantes Sumô e Taberna Japonesa Quina do Futuro, foi buscar em Taquaritinga do Norte os grãos trabalhados em sua agradável cafeteria. Além do gostoso expresso tradicional, a bebida também agrada se coada em filtros Hario e Chemex.

 

Salvador

Feito a Grão

Com seis lojas na capital baiana, a rede trabalha com grãos da marca Orfeu em composições que vão além do expresso. O mocha coffee shake, por exemplo, é feito com sorvete de creme, dose dupla de café , Nutella e chantili.

 

Santa Catarina

Uma Origem Café

Natural de Florianópolis, Zélio Santana trabalhou oito anos em cafeterias na Austrália. No retorno à capital catarinense, se juntou ao irmão, Luis Gustavo, e a Filippe Simas para abrir o endereço. Os grãos trazidos da Nicarágua, do Quênia, do Havaí e da região paulista de Mogiana são a base do expresso e também das versões filtradas no Hario V60 ou na aeropress.

 

São Paulo

Coffee Lab

Na cafeteria da barista e mestre em torra Isabela Raposeiras, o cheirinho dos grãos torrados lá mesmo e moídos na hora anuncia a entrada no mundo dos cafés especiais. O cuidado que começa na fazenda, com a seleção criteriosa de pequenos produtores de Minas Gerais e do Espírito Santo, se estende ao atendimento no salão, feito por uma equipe bem treinada.